Eventos Criminalistas Discutem Uso de Provas Colhidas em Smartphones

Publicado em setembro 15th, 2014 | by Editorial De Seguranca.com.br

Seminário de Criminalística Mostra Evolução da Tecnologia De Investigação Forense sobre Smartphones e Tablets

(Recente caso de vídeos recuperados em celulares de envolvidos no caso Bernardo Boldrini é exemplo da importância dos dispositivos móveis para a obtenção de prova forense)

A comunidade de investigações, inteligência, perícia e análise forense irá se encontrar no Rio de Janeiro (de 16 a 90 de Setembro no complexo administrativo Cidade da Polícia) para o Seminário Criminalística 2014. O evento conta com apresentações técnicas, debates e exposição da última tecnologia aplicada às técnicas investigativas e organização de provas criminais para efeitos jurídicos.

Entre os destaques do seminário estão os novas ferramentas  empregadas para a extração de informações periciais em dispositivos móveis como smartphones, tablets e aparelhos de GPS. A empresa global Cellebrite irá ao público as mais novas funcionalidades de sua tecnologia UFED (Dispositivo Universal de Extração Forense), uma família de soluções capaz de extrair e processar todos os tipos de informação encontráveis em aparelhos móveis, tais como dados agendas digitais, vídeos, fotografias, mensagens de texto e informações de GPS.

O Congresso contará palestra técnica do especialista Frederico Bonincontro, diretor dá área Forense Móvel da Cellebrite na América Latina, que dará um panorama sobre as modernas soluções de perícia e investigação em múltiplas fontes de dados móveis. Segundo Bonincontro, os smartphones e tablets já têm sido grandes aliados da investigação forense, ao fornecer indícios e provas altamente consistentes para os trabalhos nessa área.

 

“Inúmeros casos recentes de grande impacto na sociedade mostram que o conteúdo de um celular pode ser o grande diferencial de prova em processos de grande complexidade”

“Inúmeros casos recentes de grande impacto na sociedade mostram que o conteúdo de um celular pode ser o grande diferencial de prova em processos de grande complexidade”, afirma Bonincontro. Ele menciona, por exemplo, os desdobramentos da investigação envolvendo a morte do garoto Bernardo Boldrini, no RS, cujos resultados serão fortemente impactados pela extração, com sucesso, de vídeos que haviam sido apagados na memória de celulares pertencentes a envolvidos no caso.

A palestra de Bonincontro acontece dia 17 de Setembro, às 9:50hs. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no link: www.criminalisticario.com.br

Tags:


Editorial

editorial@de-seguranca.com.br




Voltar ao topo ↑

  • Enquetes

    O que você gostaria de encontrar neste site?

    Ver resultados

    Carregando ... Carregando ...
  • Parceiros